Black Friday 2017: E-commerce deve movimentar R$ 2,5 bilhões somente no Brasil

A Black Friday é uma data muito esperada por consumidores e por comerciantes em diversos países, já que é possível adquirir produtos a preços mais acessíveis. Com a aproximação do fim de ano e o alto volume de compra e venda, o mercado fica aquecido. No Brasil, segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), a expectativa é de que mais de R$ 2,5 bilhões sejam movimentados nesse período, o que representa um aumento de 18% em comparação ao ano de 2016.

Ainda de acordo com a Abcomm, as lojas virtuais devem receber cerca de 10 milhões de pedidos. Entre os mais procurados, sempre estão produtos de informática, celulares, eletrônicos e moda, além de casa e decoração, sendo que cada cliente gasta, em média, R$ 246.

Para o vice-presidente Abcomm, Rodrigo Bandeira Santos, ‘essa é uma data extremamente significativa’ para o e-commerce. Apesar da representatividade que já tem, ele destaca que a intenção é transformar a Black Friday no momento ‘mais importante em volume de negócios para o empresário do comércio eletrônico’.

Para tanto, é necessário planejamento ao longo do ano, que se consegue com excelência, por meio do profissional de Administração, habilitado a suprimir demandas de gestão de recursos, pessoas, materiais, entre outras questões.

“É importante que esse empresário já venha se organizando desde o início do ano, preparando ofertas, sua equipe, a parte logística, para que a entrega ocorra dentro do prazo esperado, e assim possa ter uma operação lucrativa e bem sucedida”, disse Santos, destacando ainda que esse é um momento em que o comerciante eletrônico tem a oportunidade de ampliar consideravelmente seu negócio, devido ao alto fluxo de vendas. No entanto, corre-se riscos como negociar com criminosos, que utilizam cartões de crédito roubados, por exemplo. Por isso é preciso bastante cuidado.

Rodrigo Bandeira Santos também destaca que para os consumidores experimentarem boas compras é necessário fazer uma lista de itens, além de já ter acompanhado os preços há alguns meses. Assim, evitam as tão temidas ‘black fraudes’. Apesar dos temores que rodeiam as negociações, Bandeira defende que vale a pena aproveitar a data para fazer novas compras e economizar.

Veja e ouça a entrevista exclusiva com o vice-presidente da Abcomm sobre a Black Friday na Rádio ADM RJ ou na CRA-RJ Play.

%d blogueiros gostam disto: