Julia Passos/Alerj

Por Érika dos Anjos |

“Cultura é o sistema de ideias vivas que cada época possui. Melhor: o sistema de ideias das quais o tempo vive” diz o filósofo José Ortega y Gasset. Por isso, quanto mais cultura melhor para o profissional ou estudante da Administração, que precisa entender as complexidades das organizações e da sociedade em que está inserido. E agora há uma grande, e gratuita, oportunidade para conhecer ainda mais sobre o tempo atual e a história da cidade do Rio de Janeiro com o projeto “Caminhos do Brasil-Memória”, lançado no último sábado (19), na Assembleia Legislativa (Alerj).

O circuito abrange 11 museus e centros culturais do entorno da Praça XV, onde o visitante já pode retirar seu Passaporte Cultural e colecionar carimbos e descobertas. O roteiro incentiva a visitação desses espaços, que oferecem ao público atrações históricas e artísticas de diferentes épocas e abordagens. Além dos passeios, será lançado um passaporte especial que garante entradas gratuitas nas instituições participantes e descontos em outros estabelecimentos.

Julia Passos/Alerj

Para o diretor do Centro Cultural dos Correios (CCC), Ednor Medeiros, os museus e centros culturais trazem ao público um sentimento de pertencimento. Mas o projeto vai além, criando oportunidades econômicas.

“A cultura é um fator dinamizador muito forte da economia. Promover Cultura não é gasto. É investimento”, ressaltou Medeiros.

No roteiro de visitação, desenhado num mapa, o público recebe o Passaporte Cultural, que pode ser obtido nos museus e centros culturais participantes. Depois de carimbado em cada um dos 11 museus do circuitos, o visitante que completar o roteiro ganhará uma experiência no Espaço Cultural da Marinha, onde vai conhecer o Navio-Museu Bauru; o Submarino-Museu Riachuelo; a Nau dos Descobrimentos; o helicóptero Rei dos Mares e o carro de Combate Cascavel. O passaporte devidamente carimbado ainda garante 50% de desconto na entrada do Aquário Marinho do Rio (AquaRio) e desconto no Edifício Garagem Menezes Côrtes, aos fins de semana.

Participam do roteiro o Palácio Tiradentes, o Paço Imperial, o Museu Naval, o Museu da Justiça, o Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica, o Centro Cultural Correios, o Centro Cultural Banco do Brasil, a Casa França-Brasil, a Igreja Santa Cruz dos Militares, o Museu da Imagem e do Som e o Museu Histórico Nacional.